7 criaturas folclóricas de dar medo

3.128 visualizações 0 comentários 28 Nov, 2016

Quando pensamos em monstros do universo do horror, geralmente estas criaturas possuem algum tipo de história ou lenda que as tornam mais próximas de nós. Por exemplo, o Pé Grande não foi inventado no cinema. Do contrário, foi justamente as histórias que rodaram o interior dos EUA por décadas que inspiraram suas inúmeras adaptações.

Mas, nem sempre os filmes estão a altura das lendas por trás de monstros tão terríveis que aterrorizaram (e ainda aterrorizam) muitas pessoas ao redor do mundo. Por isso, aqui está uma lista com sete criaturas folclóricas vindas de diferentes países e épocas, junto de suas histórias "reais", que as tornaram populares e lendárias criaturas do terror.

Nykur (Islândia)

Uma criatura metamorfa que, na maioria das vezes, assumiu a forma de um cavalo considerado "estranho". Para matar suas vítimas, Nykur as atraía para montá-lo, e então, ele as direcionava em direção a um lago e as afogava. Para se defender, era preciso gritar seu nome (para mandar a criatura de volta para a água) ou fazer o sinal de uma cruz em sua parte traseira (para domar o monstro e montá-lo como um cavalo normal).

Wendigo (Canadá)

Parte das crenças dos povos que falam Algonquin, o Wendigo é uma criatura humanóide, de aparência monstruosa. É considerada a personificação da ganância e do apetite voraz, pois está sempre à procura de mais para comer, deleitando-se em seu gosto pela carne humana. O monstro é frequentemente associado com o inverno de muito frio, pois seu corpo parece que está em decomposição, com lábios esfarrapados, ressecados e descascados. Há três métodos sugeridos para derrotá-lo: usar fogo (para derreter seu coração gelado), usar itens de prata como balas (para purificá-lo) ou o apunhalar na cabeça diversas vezes seguidas.

Manananggal (Filipinas)

Manananggal é uma criatura com apetite por sangue e órgãos frescos. Ela ataca mulheres grávidas que estão dormindo, aparecendo voando na noite para chupar sangue, rasgar pela metade o abdômen da vítima e ainda comer o coração do feto. Para se defender deste monstro, é preciso usar alho, sal ou cinzas, além de punhais, luz solar e um pagi buntot (um chicote que é feito a partir da cauda de uma arraia).

Mylings (Suécia)

Esta criatura escandinava é tão trágica quanto assombrosa. Os Mylings são as almas de crianças não batizadas que são incapazes de seguir em frente após sua morte. Eles são forçados a percorrer o mundo em uma tentativa de encontrar alguém que vai enterrá-los em um cemitério, permitindo que seu espírito siga em frente. O ataque de um Myling acontece durante a noite, normalmente nas costas de um viajante, exigindo que o carregue ao cemitério mais próximo. Embora os Myling sejam crianças, seus espíritos são considerados grandes e pesados. Assim, cada passo em direção ao cemitério faz com que eles cresçam e fiquem ainda mais pesados, a ponto de a pessoa que está carregando uma criatura dessas até afunde no chão. Se escolher parar, o Myling irá se enfurecer e matará a vítima, voltando sua busca por outro que cumpra a tarefa.

Black Annis (Inglaterra)

Se você já viu o filme A Lenda (1985), de Ridley Scott, então relembre de Meg Mucklebones e terá uma boa ideia do que parece a Black Annis (também conhecido como Black Angus). Descrita como uma bruxa, ela tem pele azul, unhas de ferro e um desejo por comer crianças. Segundo a lenda, ela vive em uma caverna que supostamente esculpiu com suas próprias mãos, em Dane Hills, Leicestershire, Inglaterra. Sua alegria vem de vagar pelo campo local e encontrar crianças inocentes, abatendo-os e retirando suas peles, que ela usa em torno de sua cintura. Até hoje, a criatura é um aviso dos pais para seus filhos: "se você se comportar mal, Black Annis vai te pegar de noite!".

Chupacabra (América Central e do Sul)

Com sua primeira aparição em Porto Rico, em 1995, o Chupacabra virou lenda urbana de proporções épicas em pouco tempo. A criatura foi vista por diferentes regiões da América do Sul e Central, e até em áreas remotas dos EUA. Ele não ataca as pessoas, preferindo drenar o gado, sugando cada gota sua de sangue através de três furos no peito. Nenhuma evidência real foi encontrada sobre o monstro, mas há teorias de que o que as pessoas estão vendo são canídeos afetados com sarna.

Monstro do Lago Ness (Escócia)

Talvez o mais famoso de todos os monstros do folclore, dizem que Nessie vive em Loch Ness, na Escócia. A criatura ficou popular no século 20 e desde então milhares de pessoas visitam o lago na tentativa de obter evidências reais, para provar que o monstro, de fato, existe. Ele é descrito como uma serpente do mar que traz todo o seu imenso corpo para fora da água quando ataca. Segundo a lenda, Nessie mede mais de seis metros de comprimento e tem uma cabeça pequena, de um metro.

Imagens via Bloody-Disgusting

Deixe a sua opinião nos comentários e compartilhe o Medologia com seus amigos nas redes sociais. Assistam nossos Curtas de Terror, estão demais!

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber os vídeos toda semana e também as notícias fresquinhas do portal.

Abaixo está o nosso Curta da semana: